Blog

Recuperar o carrinho no e-commerce. Existe ferramentas para isso?

Por Thauane Mayara

Um dos momentos mais frustrantes para o lojista é quando se dá conta de que há carrinhos de compra abandonados em seu e-commerce. Porém muitas vezes essa frustração se dá porque o cliente também se decepcionou com alguma informação ao longo do processo.

Para evitar este tipo de ação e incentivar o cliente a não desistir da compra, é importante estar atento a algumas dicas de como recuperar o carrinho com algumas ferramentas práticas e que estão ao alcance de qualquer um. Separamos para você algumas dicas e pontos cruciais para te ajudar nesta missão. Confira:

  • Planejamento: antes de começar a recuperar os carrinhos é necessário traçar estratégias  para primeiro entender porque o cliente abandonou o carrinho no momento mais importante da transação e em segundo pensar em um plano de ação para convencê-lo a retomar o carrinho.
  • Segmentação: a recuperação do carrinho deve ser uma estratégia. Por isso, é necessário medir a importância da compra para saber se vale a pena o esforço e investimento. Investir em ações que oferecem ao cliente descontos especiais para continuar a compra ou melhores condições de negociação pode ser uma boa estratégia para recuperar o carrinho; também é importante ficar atento se o cliente não usará isso a seu favor toda vez que desistir de uma compra, a fim de obter vantagens.
  • Lembrete: muitas vezes os carrinhos são abandonados porque no momento da efetivação da compra o cliente teve algum imprevisto e acaba esquecendo de continuar o processo. Para que isso não ocorra, uma forma eficaz é enviar lembretes ao cliente num período de 24 horas após o início do processo da compra para que ele retome o carrinho.

E como evitar o abandono do carrinho?

Neste post estamos falando especificamente sobre a recuperação do carrinho, mas para quem quer saber como evitar essa ação, é importante estar atento a alguns passos também:

  • Otimizar o processo: muitas vezes o que faz o cliente abandonar o carrinho é a complexidade do processo de efetivação de compra. Além de colocar ícones para guiar o cliente, é importante também otimizar e restringir o processo de conclusão da compra em no máximo 4 páginas para que não se torne cansativo para o consumidor e passível de desistência.
  • Esclarecimento: não é nada mais desagradável do que chegar ao fim do processo de compra e descobrir que sua forma de pagamento não é aceita pela loja. Além de desmotivar o cliente, isso não é bom para a imagem da empresa. Por essa razão é importante deixar claro na primeira janela do início do processo de conclusão da compra as formas de pagamento aceitas pela marca, evitando o desconforto para ambas as partes.
  • Facilitar as informações: por fim, é importante sempre ao longo de todo o processo deixar bem claro e visível as informações pertinentes a compra e ao produto. Permita ao cliente o questionamento que pode ser feito em um box específico e para evitar dúvidas, peça apenas as informações mais pertinentes para diminuir o nível de dificuldade durante o processo de conclusão de compra, evitando assim o abandono do carrinho.
No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *